Over 10 years we help companies reach their financial and branding goals. Maxbizz is a values-driven consulting agency dedicated.

Gallery

Contact

+1-800-456-478-23

411 University St, Seattle

Seminarios

VII Seminario Regional ALAIC Cono Sur

Córdoba, Argentina 27-28 de Agosto de 2015
Políticas, actores e práticas de comunicação: encruzilhada da investigação na América Latina.
Introdução

O título desta publicação reflecte o dinamismo do campo da comunicação nos dias de hoje. Os estudos de comunicação na América Latina encontram-se numa encruzilhada complexa colocada pela globalização: a resolução das desigualdades estruturais e as exigências latentes das crescentes lacunas tecnológicas, a emergência e transformação constante da participação dos cidadãos através de movimentos em rede, as formas renovadas de disputa sobre a imposição de sentido, a reconstrução de discursos e realidades em ambientes virtuais, disputas sobre a legitimidade dos controlos sobre conglomerados de meios de comunicação, e lutas pela liberdade de expressão, entre outros.

Publicações
Políticas, actores e práticas de comunicação: encruzilhada da investigação na América Latina.

Actas do VIII Seminário Regional do Cone Sul da Associação Latino-Americana para a Investigação em Comunicação (ALAIC)Córdoba, Argentina. 2015

Compilador/s:

María Fernanda Cárcar
Malvina Rodríguez
Pablo Ponza
Alejandro Álvarez Nobell
ISBN: 978-987-707-027-9

Seminario Regional ALAIC 2015

Grupos temáticos:

GT1

Movimentos sociais: transformações e contra-hegemonias a partir da perspectiva da comunicação

GT2

Contribuições teóricas e metodológicas na comunicação

GT3

Economia política da comunicação

GT4

Sistemas de media na América Latina: legislação antimonopólio e a situação dos media alternativos

GT5

Comunicação, Política e Direitos Humanos no Quadro das Democracias

GT6

Cenários digitais: meios de comunicação, audiências e práticas

GT7

Recepção e apropriação dos meios de comunicação social

GT8

Produção discursiva e cultura em lutas de poder

GT9

Estudos de jornalismo

GT10

Práticas e perspectivas de comunicação no domínio da saúde

GT11

Educação e Comunicação: Encontros, Tensões e Perspectivas

GT12

Comunicação para organizações de mercado, Estado e sociedade

Seminario Regional ALAIC 2015

Conclusiones

As apresentações cobriram uma variedade de tópicos, apresentando resultados de investigação, experiências profissionais e trabalho de campo. Académicos, licenciados e estudantes de tese da Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, México, Peru e Uruguai partilharam as suas análises e estudos a fim de contribuir para o debate para uma comunicação internacional cada vez mais democrática e inclusiva.

As propostas específicas de investigadores latino-americanos reflectiram-se nos 12 eixos temáticos gerais, reflectindo ao mesmo tempo um amplo espectro de transversalidade e multidisciplinaridade. Neste sentido, as contribuições teóricas e metodológicas levantaram os cenários contemporâneos de novas configurações do espaço público, actores e práticas no campo do jornalismo e da comunicação.

Neste contexto, a questão das novas tecnologias não foi apenas o foco do eixo correspondente, mas também atravessa claramente os estudos actuais, desde a recepção e apropriação dos meios de comunicação social, comunicação para organizações, até às modalidades de participação dos cidadãos e novos movimentos sociais.

É a partir desta riqueza conceptual, das rupturas epistemológicas e dos debates paradigmáticos que as apresentações deste Seminário produziram que somos encorajados a propor a necessidade de repensar e enriquecer os quadros para a organização e participação de futuros congressos. Dada a crescente transversalidade do nosso campo, a partir da nova Faculdade de Ciências da Comunicação que sucede à Escola de Ciências da Informação da Universidade Nacional de Córdoba, é cada vez mais necessário reforçar a discussão interdisciplinar, multi e transdisciplinar para abordar a encruzilhada característica do século XXI: a centralidade dos processos de comunicação na complexidade do espaço público.