UMA FORMAÇÃO INOVADORA NA INTERFACE EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO: ASPECTOS DA LICENCIATURA EM EDUCOMUNICAÇÃO DA ESCOLA DE COMUNICAÇÕES E ARTES DA USP

Maria Cristina Palma Mungioli, Claudemir Edson Viana, Daniela Osvald Ramos

Resumo


O artigo apresenta aspectos da formação em nível superior da Licenciatura em Educomunicação criada com o objetivo de atender à demanda social por um novo profissional no campo da Comunicação, o educomunicador. Trata-se de preparar um profissional especializado em comunicação social expressamente atento aos fenômenos oriundos da interface entre comunicação e educação, e, sobretudo, comprometido com a comunicação como direito e como prática educativa. As habilidades, as competências e os conhecimentos necessários ao educomunicador traçaram diretrizes para o desenho do projeto pedagógico da Licenciatura em Educomunicação na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), que, desde sua criação em 2011, recebe anualmente 30 estudantes interessados nessa formação. No presente artigo, são enfatizados aspectos referentes à sua composição curricular e ao perfil do alunado que vem se desenhando desde a inauguração da licenciatura, buscando, ao mesmo tempo, realizar uma breve reflexão em torno dos eixos epistemológico e prático com base nos aspectos acima mencionados e enfatizar o caráter inovador da Licenciatura em Educomunicação da ECA-USP.

Palavras-chave: educomunicação, licenciatura, formação superior, projeto pedagógico


Texto completo:

PDF