RÁDIOS UNIVERSITÁRIAS NO BRASIL: UM CAMPO EM CONSTITUIÇÃO

Marcelo Kischinhevsk, Izani Mustafá, Octavio Penna Pieranti, Lorena Hang

Resumo


O artigo sistematiza os primeiros resultados de cartografia das rádios universitárias do Brasil. O levantamento parte de listagem de outorga de rádios e TVs educativas no período de 1967 a 2015 (Pieranti, 2016) e mapeamento prévio das concessões e permissões de emissoras AM e FM a universidades e fundações vinculadas a elas a partir dos anos 1950 (Kischinhevsky et al., 2017), tomando por base trabalhos anteriores (Zuculoto, 2012, Deus, 2003 e 2006, Blois, 1996, entre outros). Busca-se, no percurso, discutir a própria constituição do campo da radiodifusão universitária no país, que carece de estudos específicos e nem sequer é reconhecida como unidade de análise, devido às características da legislação nacional. Foi detectada a existência de 100 emissoras geridas por univerdades, das quais 71 em operação em AM e FM e 29 exclusivamente na web. PALAVRAS-CHAVE: RÁDIO; RÁDIOS UNIVERSITÁRIAS; WEB RÁDIOS; CARTOGRAFIA.


Texto completo:

PDF