EM BUSCA DE UM CONCEITO DE COMUNICAÇÃO

Paulo Celso Silva, Míriam Carlos Silva

Resumo


Resumo:

O artigo propõe uma reflexão acerca da comunicação utilizando referências como o
metáporo de Ciro Marcondes Filho, a artificialidade da Comunicação de Vilém Flusser e
os fluxos de Michel Serres. Buscamos a comunicação como evento transformador, único,
irrepetível, no qual entra em jogo também a inserção da subjetividade e da intuição.
Procuramos a permissão e o rigor de um método que se possa construir em paralelo com o
olhar para os objetos da comunicação, que se descubra no processo e que seja transitório e
flexível como a própria comunicação.

Palavras-chave: Comunicação; metáporo; artificialidade; fluxos.

Resumen:

El artículo propone una reflexión sobre la comunicación con referencias como metáporo de
Ciro Marcondes Filho, la comunicación de forma artificial de Vilém Flusser y, con Michel
Serres y los flujos. Buscamos la comunicación como un evento de transformación, único,
irrepetible, que entra en juego también la inserción de la subjetividad y la intuición. Buscamos
el permiso y la exactitud de un método que se puede construir en paralelo en busca
de objetos de comunicación, que se descubre en el proceso y es transitorio y flexible como la
propia comunicación.

Palabras clave: Comunicación; metáporo; artificialmente; los flujos.

Abstract:

The article proposes a reflection on communication using references such as Ciro Marcondes Filho’s metáporo, the artificiality of communication by Vilém Flusser and Michel Serres’ flows. It views communication as a transforming, unique, unrepeatable event, in which also comes into play the insertion of subjectivity and intuition. It looks for the permissiveness and the accuracy of a method that can be built simultaneously while looking for objects of communication, which are discovered in the process are as transitory and flexible as the communication itself.

Keywords: Communication; metáporo; artificiality; flows.


Texto completo:

PDF